02 abril 2015

El alfabeto español. El abecedario español. O alfabeto espanhol.

Muitos brasileiros procuram um bom curso de espanhol. Eles precisam estudar o idioma espanhol por diferentes motivos: passar nas provas do Enem ou em provas vestibulares, ter um melhor cargo no emprego, etc. Para todos eles é apresentado aqui o alfabeto espanhol, cuja tradução seria "el alfabeto español" ou "el abecedario español". Leia com atenção e curta este momento de estudo!

Algumas das letras do alfabeto espanhol tem vários nomes com tradição e validade em diferentes áreas (regiões) do mundo hispânico (Espanha e América Latina). A nova edição da ortografia tem como objetivo promover um processo de convergência na forma de referir-se às letras do alfabeto espanhol, razão pela qual é recomendado considerar para cada letra do alfabeto um único nome comum

O nome comum recomendado para todas as letras do alfabeto espanhol é o que aparece na lista a seguir em cada letra. 



A recomendação de usar um único nome para cada letra não pretende desconsiderar ou achar incorretas as variantes nos nomes ou denominações que ainda estejam em uso e que são apresentadas abaixo:

  • A letra v tem dois nomes: UVE e VE. O nome UVE é o único empregado na Espanha, mas também é conhecido e utilizado em grande parte da América (México, Colômbia, Venezuela, Argentina, Chile, etc.), onde, no entanto, o nome VE é mais usado e utilizado. 
  • Os falantes de espanhol que usam o nome VE muitas vezes o acompanham com os adjetivos corta, chica, chiquita, pequeña ou baja, para distinguir na língua falada o nome desta letra com a letra b, cujo pronunciado é exatamente o mesmo. Exemplo: "VE CORTA", "VE BAJA".
  • A letra B é chamada simplesmente BE por aqueles falantes de espanhol que usam o nome VE para a letra V. E assim como tem adjetivos que acompanham à letra VE, também os tem para a letra BE, por exemplo: "be larga", "be grande" ou "be alta".
  • A letra w também tem vários nomes: uve doble, ve doble, doble uve, doble ve e doble u (este último, semelhante ao inglês "double u"). É dada preferência ao nome "uve doble" por ser "uve" o nome comum recomendado para a letra "v" sendo mais natural em espanhol a colocação posterior de adjetivos.
  • A letra Y chama-se "i griega" ou "YE". O nome "i griego" é herdado do latim, e é a forma mais tradicional e mais generalizada da denominá-la, pois reflete a sua origem e o emprego inicial por parte dos gregos que a emprestaram. O nome YE foi criado na segunda metade do século XIX, por aplicação do padrão da maioria das consoantes, que consiste em adicionar a letra vogal E correspondente à letra consonante. Por exemplo: B: BE, C: CE, D: DE, etc.
  • A letra i, cujo nome é "i" também recebe o nome de "i latina" para a distinguir da letra "i griega".
  • Ao contrário das palavras acima enunciadas, todas válidas, as alternativas de nomes que tenham recebido algumas outras letras no passado não são consideradas aceitáveis ​​hoje; por isso é aconselhável descartar definitivamente o nome "ere" para "r" ou as formas "ceta", "ceda" e "zeda" para a letra "z". Os únicos nomes válidos atualmente para essas letras são "erre" para "r" e "zeta" para "z".

Fonte deste artigo: Real Academia Española, acesso em 02/04/2015 às 11:20 hs. Fonte das imagens: site web da Real Academia española e Google earth.

Deixe seu comentário ou tire sua dúvida. Gostou? Achou útil?... compartilhe com familiares, amigos ou colegas.

No hay comentarios.:

Publicar un comentario